segunda-feira, 26 de agosto de 2013

REINALDO AZEVEDO SOBRE ÉTICA NO CLUB MILITAR

http://www.youtube.com/watch?v=0TfmnnPoULE

UM EQUILÍBRIO ENTRE O ESPIRITUAL E O FÍSICO

José Bezerra da Silva aos 78 anos pratica Yoga, corre 10 km e nada 10 minutos, diariamente. No terraço de sua residência em Ponta Negra faz aquecimento e concentração física e mental para ir a praia.
ARTIGO
José Bezerra da Silva

Um equilíbrio entre o espiritual e o físico


Amigos de todos os naipes, gostaria de participar um assunto que muito me fascina e para o qual tenho dedicado momentos de meditação e aprofundamento. Diz respeito à maneira ou modo como, de forma geral, estamos vivendo: parece que nos encontramos meio sem rumo no contexto social, nos dando por satisfeitos em seguir a manada à nossa volta, sem um projeto próprio, individual, carecendo um equilíbrio que estabeleça e defina nossa condição de ser racional. Não vislumbramos a esperança de que esse estatus possa vir retroagir, pois, a tendência é de agravamento o que pode ser aceito com naturalidade, uma vez que a vida segue.Durante o último século ou mesmo nos últimos anos, temos testemunhado uma desintegração sem precedentes de muitos de nossos valores, sistemas, costumes e estruturas. Porém, a desintegração de tantas coisas que nos são tão caras tem um lado positivo: ela faz com que reconsideremos nossa abordagem da vida.

Nossos sistemas de apoio, muitas vezes de curta duração, não surtiram os efeitos esperados. Há um clamor sem paralelo por um entendimento mais profundo dos assuntos referentes ao espírito. A busca de novos caminhos nos leva de volta a nós mesmos e às dimensões escondidas de uma consciência mais elevada.


Já que os problemas ao nosso redor são os resultados de nossos atos, é um passo lógico querer examinar a semente da ação — nossa própria consciência. Esses e outros aspectos da realidade podem ser descobertos pelo experimento prático dentro de nós mesmos.

Apesar de tanta beleza e inspiração das parábolas e exemplos de nossas tradições, as condições do mundo parecem estar piorando com o tempo. No nível individual, nossas vidas práticas raramente se equiparam aos nossos ensinamentos mais nobres.

Por isso, devemos equilibrar razão e emoção de forma a dar rédeas aos sentimentos mais verdadeiros sob a direção da mão firme da sabedoria: precisamos estar cientes do que acontece à nossa volta sem perdermos a cabeça. Na altura deste raciocínio estamos testemunhando que já identificamos o atual momento. Portanto, algo precisa ser feito. Uma sugestão que poderá ser passada, com o objetivo de busca por mudança, é cultivar diariamente um instante pessoal, no qual possamos permanecer sozinhos e em silêncio o mais profundo possível e meditar no significado do próprio silêncio. Respire lenta e profundamente enquanto mentalmente construa uma paisagem que lhe traga calma e harmonia. Neste procedimento o cérebro vai entender como uma mensagem de equilíbrio global, procurando harmonizar o físico, o emocional e o espiritual. Também é indicado assumir uma posição que represente o equilíbrio físico para dar mais respaldo. Pode parecer difícil: mas é possível.

“A busca de novos caminhos nos leva de volta a nós mesmos e às dimensões escondidas de uma consciência mais elevada”


Ken O´Donnel

Fraternal abraço e que as energias divinas envolva a todos

José Bezerra da Silva

sábado, 24 de agosto de 2013

FESTIVAL DE MÚSICA GOSPEL EM ANGICOS


  1. CANTA REGIÃO CENTRAL 2013
Final do Festival de Música Gospel da região Central do RN.
Dia: 14 de Setembro 2013 às 20h

Local: Club Municipal de Angicos

Ingressos: R$ 8,00 (Antecipado)

Atrações: Lenny Barros, Forrozão Essência e
Banda Festa de Crente
Informações: Telefones - 9175-0993/9656-6340
www.cantaregiaocentral.blogspot.com.br

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

ERROS E AÇÕES POR DECISÕES UNILATERAIS PREJUDICARAM LAJES E SANTANA DO MATOS HÁ 75 ANOS ATRÁS


Em Residência os aterros da estrada de ferro atravessam toda a extensão da várzea do Rio Pixoré junto ao pé da Serra de São Geraldo. Em todo o percurso de Lajes a Santana do Matos, permanecem até hoje, quase 80 anos depois, os aterros e cabeceiras de pontes dos principais riachos e rios do itinerário. Depois de tudo pronto em obras que durou mais de quatro anos, simplesmente alguém chegou e disse: a estrada vai passar em São Joaquim (Fernando Pedroza) e Angicos.
A história da localização do Pico do Cabugi, é um assunto a ser tratado com os verdadeiros fundamentos da história, onde e quais foram os critérios para demarcação e limites dos municípios de Angicos e Lajes? Pelo mapa parece ter havido uma intenção vetorial em demarcar os limites de Angicos por uma longa faixa de terra, ponteada no sentido a Lajes, onde seus contornos enlaçam o Cabugi com evidentes intenções demarcadas para que o pico ficasse em território angicano. Assim foi designando aquela faixa de terra como pertencente a Angicos. A história da região central tem páginas amarelas, apodrecidas pela inversão de prioridades e valores. Uma prática discriminatória sem critérios técnicos, prevalecendo as preferências de lideranças regionais com decisões unilaterais. Além do Cabugi outro fato que marcou o município de Santana do Matos há 75anos atrás foi o desvio da linha de ferro também para Angicos.

No final dos anos 30, a via férrea que chegava a Lajes, vinha da capital, segueria para Santana do Matos, Oscar Nelson até são Rafael. Priorizando assim, o maior município da região que já despontava com uma das principais "bacia leiteira" do Estado e grande produtor de grãos e algodão na região serrana e nas várzeas do município. O caso da linha férrea se fosse em tempos atuais merecia uma CPI. Em todo o percurso de Lajes a Santana do Matos, permanecem até hoje, quase 80 anos depois, os aterros e cabeceiras de pontes dos principais riachos e rios do itinerário. Depois de tudo pronto em obras que durou mais de quatro anos, simplesmente alguém chegou e disse: a estrada vai passar em São Joaquim (Fernando Pedroza) e Angicos. E a ordem foi cumprida, isolando Santana do Matos por mais de 75 anos.

DANIEL PEREIRA BUSCA APOIO AO DEPUTADO HENRIQUE ALVES PARA ABASTECIMENTO DO DISTRITO DE PELO SINAL


Brasília (DF) –  O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, recebeu em seu gabinete os prefeitos de Brejinho, Fernando Pedroza e São Bento do Trairi. Eles solicitaram o apoio do deputado para projetos em andamento nos ministérios da Saúde e Integração Nacional. 
A prefeita de Brejinho, Dra. Ivete Matias, apresentou um projeto de saneamento básico para o município. A proposta já tramita na Fundação Nacional de Saúde. Durantre o encontro os deputados João Maia e George Soares reforçaram o pleito da prefeita.

A prefeita de são Bento do Trairi, Kali Ramalho, também esteve com o presidente da Câmara dos Deputados. Ela argumentou que o município ainda enfrenta a Doença de Chagas e precisa erradicar 40 casas de taipa. O projeto será apresentado na Fundação Nacional de Saúde. 

Já o prefeito de Fernando Pedroza, Daniel Pereira, solicitou ao deputado Henrique Alves apoio para o abastecimento do distrito de Pelo Sinal com 250 famílias. Ele propôs a construção de um ramal de  9 quilômetros da adutora Sertão Central Cabugi.  O prefeito também apresentou o projeto da barragem de São Vicente, no rio Pataxó, no valor de R$ 2,4 milhões.
F: AssImp

MELITARES RECORREM AOS POLÍTICOS

Bombeiros e Policiais Militares do Rio Grande do Norte recorrem ao deputado Henrique Alves em busca de diálogo com o governo do estado.
Brasília (DF) - O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, recebeu em eu gabinete uma delegação de Bombeiros e Policiais Militares do Rio Grande do Norte. Eles apresentaram ao deputado uma minuta do projeto de lei entregue ao governo do estado no início deste ano.  

A proposta, elaborada com a participação de 9 associações de praças e dos oficiais das duas corporações, cria a lei de promoções dos praças, a exemplo da que já estabelece regras para as promoções dos oficiais da PM e do Corpo de Bombeiros.

Segundo Rodrigo Maribondo, da Associação dos Bombeiros Militares, a lei de promoções de praças cria a perspectiva de ascensão da carreia até a graduação de suboficial. Ele argumentou que, até agora, a categoria não teve retorno do governo do estado. “O governo ficou de analisar a proposta e encaminhar um projeto de lei à Assembleia Legislativa, mas sequer conversou conosco até este momento”, ressaltou. A insatisfação dos praças  também foi manifestada pelo PM Tony Magno, presidente da associação que representa os Policiais Militares de Mossoró e região Oeste do estado.


O presidente da Câmara reconheceu a necessidade de buscar o entendimento com os praças. Ele disse que vai levar o pleito dos bombeiros e PM´s a governador para abrir o diálogo com os praças. Nesta  sexta-feira (23), o presidente da Câmara tem  encontro com a governadora Rosalba Ciarlinie e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, em Natal. Os praças marcaram manifestação para o dia 23 de agosto em comemoração ao Dia do Soldado.
F: AssImp

STF SUSPENDE SUPERSALÁRIOS NO RN E ROSALBA DIZ QUE VAI CORTAR IMEDIATAMENTE


O Supremo Tribunal Federal suspendeu ontem decisão do TJ/RN que mandava pagar os supersalários do funcionalismo do Estado.
A governadora Rosalba Ciarlini foi rápida e já confirmou que cumprirá a decisão do STF, que cassou a decisão liminar do desembargador Expedito Ferreira. “Decisão judicial é para ser cumprida e nós vamos cumprir”, destacou.
Rosalba Ciarlini disse que os cortes dos supersalários já era para “ter sido feito há muito tempo”. “É constitucional (a determinação dos tetos salariais)”, completou.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

TRT-RN VAI NEGOCIAR COM PREFEIRUTAS DÍVIDAS DE R$ 9,1 MILHÕES EM PRECATÓRIOS

Seis municípios que ainda não firmaram termo de compromisso com o Tribunal Regional do Trabalho do Rio Grande do Norte vão negociar, nesta sexta-feira (23), o pagamento de seus precatórios já vencidos e a vencer, no valor total de R$ 9.106.620,61.

As audiências de conciliação terão início às 8h30, no Serviço de Precatórios Requisitórios e serão presididas pelo juiz Antonio Soares Carneiro.

A prefeita de Santana do Matos, Lardjane Ciríaco de Araújo, será a primeira a negociar as condições de pagamento dos precatórios de seu município, referentes a 33 processos trabalhistas, dos anos de 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, e 2011, no valor de R$1.704.754,94.

Em seguida, será a vez da prefeita Suley Fonseca Bezerra de Lima, de Jardim de Angicos, que tem uma dívida, referente a um único processo, de R$ 302.775,08 de um precatório de 2013.

Na audiência das 9h30, o prefeito de Caraúbas, Ademar Ferreira da Silva, vai negociar o pagamento dos precatórios de 2011, 2012 e 2013, no valor de R$ 264.625,36, de 19 processos.

O quarto ente público a negociar com o TRT-RN nesta sexta-feira será o prefeito Kerginaldo Pinto, do município de Macau, que acumula uma dívida com precatórios no valor de R$ 6.906.623,83, referente a 453 processos, do anos de 2011, 2012 e 2013.

Já a prefeitura de Serrinha vai negociar os precatórios de 2013, no montante de R$ 737.176,49. Esse valor é devido a 85 credores. A última negociação do dia será com a prefeitura de Natal, que deve R$ 997.441,91 a 48 credores, de precatórios inscritos no orçamento de 2013.

A pauta de audiências previa, ainda, uma negociação com a prefeitura de São Vicente. A pedido do procurador geral do município, Magnus Kelly Lourenço de Medeiros, o município saiu da agenda de sexta-feira porque preferiu tentar negociar sua dívida diretamente com os credores, na Vara de Trabalho de Currais Novos, no próximo dia 27 de agosto.

HENRIQUE ALVES APRESENTA PROJETOS DE BARRAGENS E ADUTORA AO MINISTRO DA INTEGRAÇÃO


Brasília (DF) - O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, reforçou junto ao ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, a necessidade de agilizar obras de abastecimento no Rio Grande do Norte, entre elas a barragem de Poço de Varas no Alto Oeste do estado. No fim de semana, o prefeito de São Miguel, Dr. Dario, acompanhado de uma representação política do município, falou com o presidente da Câmara sobre a urgência em resolver a questão do abastecimento da região.

Henrique Alves disse ao ministro que a governadora, Rosalba Ciarlini, já assegurou a liberação da licença ambiental. Fernando Bezerra Coelho autorizou o diretor-geral do Dnocs, Emerson Fernandes, a apresentar uma nota técnica para que os recursos iniciais da obra, orçada em R$ 15 milhões, sejam liberados dentro dos projetos do PAC da Seca.


O presidente da Câmara também apresentou um pleito dos produtores rurais e prefeitos da região Central do estado para construção da barragem de Alívio, entre Lajes e Fernando Pedroza. Antes da reunião no Ministério da Integração Nacional, Henrique Alves já havia conversado sobre essa proposta com os prefeitos de Pedra Preta, Luiz de Haroldo, e de Lages, Benes Leocádio, que também representa a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte. O ministro determinou a realização do projeto com recursos do Dnocs.

 Outra preocupação apresentada a Fernando Bezerra foi a ameaça de colapso no abastecimento de Jucurutu. Henrique Alves e Emerson Fernandes explicaram que estão fazendo gestões junto à Agência Nacional de Águas (ANA) para aumentar, de 4,5 para 6 metros cúbicos por segundo, a vazão das comportas do sistema Coremas-Mãe d`Água, na Paraíba. O sistema, que fica em no município de Sousa, pereniza o rio Piranhas até Jucurutu, a 120 quilômetros.  

 A ANA argumenta que o sistema só dispõe de 39% da capacidade para abastecer os dois estados. O aumento da vazão seria temporário, por 120 dias, até a construção de uma adutora expressa de 15 quilômetros para abastecer Jucurutu com água da barragem Armando Ribeiro Gonçalves. Fernando Bezerra também determinou ao Dnocs a elaboração do projeto para acelerar a liberação dos recursos.  

F: AssImp

GREVISTAS CONSEGUEM COMISSÃO PARLAMENTAR PARA INTERMEDIAR NEGOCIAÇÃO


Policiais civis e servidores do ITEP pressionaram deputados em Sessão
A pressão dos grevistas da Polícia Civil e ITEP na Sessão Ordinária da Assembleia Legislativa desta terça-feira (20) surtiu efeito. Após fixarem cartazes nas vidraças do plenário cobrando da presidência da Casa Legislativa a instalação de uma comissão que possa intermediar as negociações com o Governo, o pleito foi atendido.

Desta maneira, o presidente da AL, deputado Ricardo Mota, além de criar a comissão, já agendou uma reunião para acontecer às 10h30 desta quarta-feira (21) na sala da presidência. Vão compor o grupo os deputados Márcia Maia (PSB), Fernando Mineiro (PT-PHS), Getulio Rego (DEM), Raimundo Fernandes (PMN), Gesane Marinho (PSD-PDT) e Hermano Morais (PMDB).

Aproveitando a presença dos servidores, vários deputados se pronunciaram sobre a precariedade das instituições em questão, além de criticarem o Governo pela falta de diálogo não apenas com o funcionalismo, mas com a própria casa legislativa.

Além da reunião da comissão dos deputados pela manhã, os grevistas participam de Debate Público sobre precariedade da Segurança Pública no Auditório da OAB às 17h. Já no dia seguinte, quinta-feira (22), às 15h, os servidores voltam à Assembleia Legislativa para participar de Audiência Pública proposta pela deputada Márcia Maia.

A MÚSICA SEMPRE PRESENTE NOS MOMENTOS DE REFLEXÃO DO POVO BRASILEIRO

terça-feira, 20 de agosto de 2013

20 DE AGOSTO DIA DO MAÇOM

 

PEDRA BRUTA E SEUS POTENCIAIS

 ... E elas continuam brutas nos serrotes de Residência em Santana do Matos. Imóveis, resistentes, expostas as intempéries da natureza, sempre a espera de uma utilidade quando transformada em pedra polida.
Continuando brutas não oferecem formato para a construção de abrigos, castelos, bustos ou imagens. Nestas condições, podemos fazer uma analogia - ela representa por sua imponência, a vida em si, matéria sem objetivos fins.
Quando trabalhada, transformada em retângulos ou outros formatos para encaixes, torna-se o homem, em evolução, construindo e exercitando a própria mente.

Portanto, em cada pedra bruta, podemos transformar em uma pedra polida. Que seja o homem transformador da matéria para que proporcione e oportunize a evolução em vetor permanente da espécie.

Nesta labuta, ao lapidar imensas montanhas, são exigidas, paciência, trabalho, amor e dedicação. No dia a dia com seus afazeres surgem os rejeitos, as sobras da própria lapidação, infelizmente adquiridas por alguns.
No polimento temos de ir desfazendo as arestas, para favorecer o aparecimento das virtudes e valores. Neste trabalho constante, estamos transformando algo bruto em útil para nós mesmos e para a sociedade.
E o resultado que seja constante, como a existência na linha do tempo a construir novos alicerces para unidades fortalecidas por conceitos de igualdade e justiça.

F: http://redacaocajarana.blogspot.com.br/2013/02/normal-0-21-false-false-false.html