segunda-feira, 29 de novembro de 2010

FESTA DE SANT'ANA PODERÁ SER RECONHECIDA COMO PATRIMÔNIO CULTURAL DO BRASIL


Governo encaminha pedido de reconhecimento da Festa de Sant'Ana como Patrimônio Cultural do Brasil

O governador Iberê Ferreira de Souza encaminhou nesta segunda-feira (29) um pedido ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional para que a tradicional Festa de Sant'Ana de Caicó seja reconhecida como Patrimônio Cultural do Brasil.

"A Festa de Sant'Ana de Caicó é um evento tradicional da região do Seridó e que movimenta o turismo e a economia em nosso Estado no mês de julho. Além disso, é uma prova da enorme fé do povo seridoense. Nada mais justo que a festa obtenha esse reconhecimento", afirmou o governador.

O pedido encaminhado pelo Governo do Estado será analisado pelo Conselho do IPHAN em uma reunião prevista para a primeira quinzena do mês de dezembro.

Festa de Sant'Ana
No Seridó, Sant´Ana reverenciada desde 26 de julho de 1748, data em que a Igreja e o povo da região começaram a celebrar os louvores de sua padroeira, apresentando-lhe suas preces.

O maior acontecimento sócio-religioso, não apenas de Caicó, mas de toda região seridoense, é a Festa de Sant´Ana, considerada pela população a Festa da Família; do Encontro; da Recordação; da Esperança e da Fé.

Por ocorrência deste acontecimento, que se inicia na quinta-feira da penúltima semana do mês de julho, prolongando-se por 10 dias, Caicó recebe pessoas de toda região e de vários estados do país.

AGRIPINO CONFIRMA PARTICIPAÇÃO NO ENCERRAMENTO DA CAMPANHA EM SÃO FRANCISCO DO OESTE


Agripino confirma participação no encerramento da campanha em São Francisco do Oeste

Agripino em campanha - S. Fco do Oeste
Na próxima quarta-feira o senador José Agripino (DEM) participará do encerramento da campanha para eleição suplementar em São Francisco do Oeste, prevista para o dia 5 de dezembro. Mesmo após submeter-se a cirurgia de catarata em Brasília, nesta segunda-feira, o líder dos Democratas no Senado disse que vai descumprir conselhos médicos, que exigiam repouso, para subir no palanque da coligação "União e Vitória" formada pelo PTB, PDT, DEM e PMN.

O presidente da legenda no Rio Grande do Norte demonstrou confiança na vitória da candidata Gildene Lobo (DEM) e do vice Leidimar Morais. “Estou confiante na vitória. O povo de São Francisco do Oeste vai escolher o melhor para o município e eu não poderia deixar de dar apoio aos meus correligionários nesse momento importante”, afirmou.

A candidata a prefeita Gildene também está entusiasmada “Quem tem amor por São Francisco do Oeste e que deseja o desenvolvimento da cidade, vai ficar do nosso lado" enfatizou.

Aproveitando a ida ao município, o senador José Agripino também já agendou reunião com aliados políticos da região.

Fonte: Rominna Jácome
AssCom

IBGE DIVULGA NUMEROS DO CENSO - BRASIL 2010


 19 municípios dobraram a população em dez anos, diz IBGE

São Paulo é o município mais populoso, segundo dados do censo.
O país tem 190.732.694 habitantes.

Dezenove municípios mais que dobraram a população, desde 2000, segundo dados do Censo 2010, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta segunda-feira (29). O município que apresentou maior crescimento foi Balbinos, em São Paulo (199,47%). Há dez anos, eram 1.313 habitantes. Em 2010, o número passou para 3.932.

Na relação dos municípios que tiveram maior crescimento no número de habitantes, aparecem ainda Rio das Ostras, no Rio de Janeiro (190,39%) e Pedra Branca do Amapari, no Amapá (168,72%).

Outros 1.520 municípios apresentaram queda no número de habitantes. Os cinco que tiveram maior redução foram: Maetinga (BA), Itaúba (MT), Severiano Melo (RN), Ribeirão do Largo (BA) e Esmeralda (RS).

Ainda de acordo com o censo, o país tem, no total, 190.732.694 habitantes, sendo 97.342.162 mulheres e 93.390.532 homens.

O IBGE informa que São Paulo é o município com maior população: 11.244.369 pessoas. Na lista dos dez mais populosos, Belo Horizonte, Curitiba e Recife perderam posições na comparação com o censo realizado em 2000. No levantamento antigo, essas capitais ocupavam as posições de número 4, 7 e 8, respectivamente. Em 2010, passaram para as posições 6, 8 e 9.

Brasília e Manaus fizeram movimento contrário e subiram nesse "ranking". Em 2000, Brasília era o sexto município mais populoso. Em 2010, ocupa a 4ª posição. Já a capital do Amazonas passou da nona para a sétima posição.

Entre os municípios com menor população, dois deles têm menos de mil habitantes: Borá, em São Paulo (805), e Serra da Saudade, em Minas Gerais (815).

Veja as listas dos municípios com maior população:

Município População em 2010   -  Município  População em 2000
1- São Paulo 11.244.369                 1- São Paulo 10.434.252
2- Rio de Janeiro 6.323.037             2- Rio de Janeiro 5.857.904
3- Salvador 2.676.606                     3- Salvador 2.443.103
4- Brasília 2.562.963                        4- Belo Horizonte 2.238.526
5- Fortaleza 2.447.409                     5- Fortaleza 2.141.402
6- Belo Horizonte 2.375.444            6- Brasília 2.051.146
7- Manaus 1.802.525                       7- Curitiba 1.587.315
8- Curitiba 1.746.896                       8- Recife 1.422.905
9- Recife 1.536.934                          9- Manaus 1.405.835
10- Porto Alegre 1.409.939              10- Porto Alegre 1.360.590

População urbana

O índice de moradores que vivem na cidade aumentou neste ano, em relação aos dados anotados em 2000. De acordo com o IBGE, em 2010, em todo o país. 15,65% dos habitantes moram na zona rural e 84,35% vivem em situação urbana. Há dez anos, os porcentuais eram de 18,75% e 81,25%, respectivamente

O Censo 2010 mostra que 67 municípios têm 100% da população em situação urbana. Outros 775 têm mais de 90% dos habitantes nesse mesmo quadro.

SUBIDA AO MORRO DO ALEMÃO NO RIO PELOS MILITARES SERVIU DE TREINAMENTO PARA OCUPAR AS FRONTEIRAS DO PAÍS


Militares no alto do morro do Alemão no Rio relembra Monte Castello em 1945 na Itália

Alto do Complexo do Alemão -  um Monte Castello urbano

Comparações a parte, perante as manchetes de hoje em todo o país. O perigo exposto, a vergonha exposta pelo Estado incapaz de atacar as origens dos problemas, só agindo ante o caos social, e, não é de ontem esse quadro, as molduras retratam a triste realidade de nosso povo, pintada em preto e branco em todo o país com lembranças, injustiças e perdas irreparáveis de muitas famílias brasileiras - que as ações e os aparatos militares não recompõem.

Um estado bio-psíquico/social deixado ao povo pelo risco constante do dia a dia em todo o país pela falta de segurança, repassando impotência e condições vulneráveis. Desgastados sentimentos pátrios, ainda repostos quando o socorro vem pelas Forças Militares do país.

O aparato de guerra no Rio de Janeiro contra o tráfego de drogas nos deixou estarrecidos e envergonhados. Imagino os momentos de desespero vivenciados por aquelas pessoas moradoras na localidade do Complexo do Alemão na cidade maravilhosa. A presença dos militares desmantelando o poder paralelo naquela localidade, nos deixa reflexivos e portadores de muitas indagações:

Seria um presente de Natal oferecido pela inteligência do sistema, devolver o Estado de Direito, determinando que a polícia militar ocupe os morros retomando as condições de controle e moradia do local dominado pelos marginais?

Logo mais voltam para casa os militares em missão. O povo pergunta: E as nossas fronteiras onde entra livremente a droga, vão permanecer desguarnecidas?

O tráfego vai acabar ou diminuir? Ou retomam o controle para que a situação sirva de instrumentos para futuras ações onde recebem o aplauso do povo?

Em um país continental, emergente, vislumbrando progresso e assentos ao lado das grandes potências, por que perduram dúvidas quanto a necessidade de termos uma Forças Armadas valorizada, aparelhada, com objetivos determinados na constituição e que as diretrizes e estratégias sejam definidas por profissisonais que analisam, previnem e executem as ações nas origens dos problemas?

Se há um comércio no mundo, tem gente que compra e vende. Outras metrópoles consomem mais drogas do que o Rio de Janeiro, no entanto, nunca existiu uma convocação das Forças Armadas daqueles países para combatê-lo.

Prevenir o consumo é uma complexidade educacional. Isso sim, educacional. E, é conseguida com programas educativos. Temos exemplos no país, o consumo do cigarro caiu significativamente, é um fato observado por todos, foi um resultado de programas, utilizando profissionais em comunicação e saúde pública, onde os próprios usuários jovens foram capacitados a falar sobre as conseqüências de abuso da juventude. Deu certo, eles reagiram e o resultado está aí. Você conhece algum jovem que fuma? Sim! Converse com ele, faça a sua parte.

Voltando a questão das outras drogas que constituem o maior problema do mundo moderno. Combater seu consumo é bem mais complexo do que prender traficantes. A maior eficiência no combate ao tráfico seria a presença efetiva das Forças Armadas nas fronteiras, (por onde entram as drogas no país), programas de educação, emprego e saúde pública.

As opiniões divergem quanto a legalização da droga. O que pesa é sua fiscalização. Não sendo uma solução aceita por todos, mesmo assim, ela traria menos conseqüências do que sua proibição.

domingo, 28 de novembro de 2010

PROFESSOR ASSIS BRAGA ESCLARECE AS FALHAS OCORRIDAS NA ELEIÇÃO PARA DIRETOR DA EEAF

O que aconteceu de fato na eleição do Aristófanes Fernandes

Prof. Assis Braga esclarece falhas ocorridas durante votação
No dia 19 de Novembro foi realizada a eleição para a escolha da nova direção da Escola Estadual Aristófanes Fernandes em Santana do Matos. O clima que já era hostil entre os candidatos, ficou ainda pior após a divulgação do resultado, no qual alguns dados nas listagens não bateram com os registros do sistema após a eleição. As falhas foram imediatamente e facilmente confirmadas quando verificou-se que na lista de professores estavam 23 nomes, que compareceram e votaram, enquanto que o resultado apresentou 26 votantes. Também observou-se erro com relação aos votos de servidores, que eram num total de 07 na lista, sendo que um não compareceu, e mesmo assim o resultado apresentou 07 votantes. Como se explicam esses erros?

A eleição foi informatizada e realizada através de um programa de computador enviado pela 8ª DIRED. Inicialmente os eleitores chegavam, assinavam a lista e iam até o computador para votar, onde estava o presidente da mesa, que selecionava o segmento correspondente a cada eleitor e em seguida digitava o código de liberação do voto. Os eleitores foram divididos em quatro segmentos, na seguinte sequência: professor, servidor, pai e aluno. Quando o eleitor assinava a lista, o mesário que colhia a assinatura informava ao presidente da mesa a qual segmento o eleitor pertencia para que fosse liberado o voto. A eleição sendo feita assim, não apresentaria erro nenhum, no entanto, 04 alunos mais apressados acabaram sendo mais rápidos do que a presidente da mesa e clicaram no número correspondente à chapa que iriam votar antes da presidente selecionar o segmento correspondente, o que fez abrir em seguida a tela para o código de liberação do voto, sem possibilidade de voltar para fazer correções. A presidente avisou a esses eleitores e à comissão eleitoral que não sabia em qual segmento esses votos seriam computados.

Fazendo a reconstituição dos fatos para entender o ocorrido, descobri que se os eleitores apertassem em qualquer tecla que não fosse a dos números 1, 2, 3 e 4, o teclado estaria bloqueado e não teria acontecido nada, mas no momento em que apertasse no número 1 antes da presidente selecionar o segmento, estaria ele mesmo, fazendo a escolha do segmento professor, o primeiro da lista; se apertasse no número 2, estaria escolhendo o segmento servidor, o segundo da lista, e assim sucessivamente. Assim sendo, foi descoberto que a escolha do segmento tanto poderia ser feita pelo “mouse”, quanto pelos números 1, 2, 3 e 4. Assim 03 alunos que votaram na chapa 1, acabaram tendo seus votos computados como professores e que 01 aluno que votou na chapa 2 acabou tendo seu voto computado como servidor. Então é essa a explicação para as falhas na eleição, é essa a verdade, que pode ser provada, e ao contrário do que dizem na internet, muitos irresponsáveis que não se identificaram; não houve nenhum tipo de fraude ou roubo por parte de nenhum dos mesários que trabalhou na eleição e nenhum tipo de favorecimento a nenhuma das chapas concorrentes.

Esclarecemos ainda, que também foi feita uma simulação do que seria o resultado sem esses votos a mais e que a chapa vencedora seria a mesma ( chapa 1 ), mas, em virtude dos erros ocorridos e já citados, a chapa 2, usando dos seus direitos, entrou com um pedido de anulação dessa eleição, que será analisado pela comissão central, em Natal, que irá decidir nos próximos dias se haverá ou não uma outra eleição.

Francisco de Assis Adelino Braga
Prof. da rede municipal e estadual
Presidente da comissão eleitoral

TENTATIVAS DE CENSURA A LITERATURA NO BRASIL

Em nome do bem se faz muito mal

"As tentativas de censurar a literatura são mais graves e menos isoladas do que parecem"

Apenas entre agosto e outubro deste ano foram três tentativas de censurar a literatura. Três que se tornaram conhecidas, podem ter ocorrido outras. A mais rumorosa delas foi o parecer do Conselho Nacional de Educação recomendando que o livro “Caçadas de Pedrinho”, de Monteiro Lobato, fosse banido das escolas públicas. Ou apresentasse notas explicativas alertando sobre a presença de “estereótipos raciais”.

Leia mais sobre o assunto clicando embaixo em - Mais informações

QUEM NOMEIA OS MINISTROS?


Antes da posse, Palocci assume ar de superministro

No meio a uma conversa sobre pendências administrativas da pasta da Defesa, Lula inquiriu Nelson Jobim sobre um assunto paralelo:

– A Dilma já te procurou?
– Não, quem esteve comigo foi o Palocci.
– Precisamos resolver logo isso.

Falavam do futuro do Ministério da Defesa. Lula deseja que Jobim seja mantido no cargo. Antes de se decidir, Dilma Rousseff acionou Antonio Palocci. A presença de Palocci na montagem do novo ministério tornou-se corriqueira. Antes mesmo de ser oficializado na Casa Civil, virou titular das sondagens.

Palocci passa mais tempo na Granja do Torto, residência provisória de Dilma, do que no CCBB, sede da transição de governo. Ele acompanha Dilma nas refeições do Alvorada, durante as quais os nomes dos futuros ministros são submetidos a Lula.

Na conversa com Jobim, relatada pelo ministro da Defesa a amigos, Palocci perguntou se o interlocutor tinha interesse em se manter no cargo. Jobim respondeu que o interesse tem de partir de Dilma, não dele. Se a presidente o quiser no posto, deve expor seus planos. Ele, então, dirá se fica ou não. Levada por Palocci a Dilma, a prosa de Jobim não agradou. E ela, a despeito da ansiedade de Lula, ainda não o procurou. Se pudesse, Dilma já teria riscado Jobim de sua lista. Faria com ele o que fez com Henrique Meirelles, cujo descarte também foi precedido de contatos com Palocci.

O problema é que, diferententemente do que ocorreu no caso do BC, Dilma ainda não encontrou um Alexandre Tombini para a Defesa. Faltam-lhe nomes.

De concreto, por ora, apenas uma evidência: sob Dilma Rousseff haverá dois tipos de ministro – Palocci e os outros.

Depois de compartilhar com Lula o receio de concentrar poderes no quarto andar do Planalto, onde funciona a Casa Civil, Dilma decidiu correr o risco.

A sucessora de Lula cuidou de retirar dos escaninhos da Casa Civil o PAC e o Minha Casa, Minha Vida, programas que a fizeram poderosa. Ainda assim, Palocci comandará no gabinete do quarto andar um arranjo semelhante ao que produziu a ruína de José Dirceu, o ex-“técnico do time” no primeiro reinado de Lula.

Além das atribuições de gerente da Esplanada, Palocci acumulará uma função que Dilma não exerceu sob Lula: a articulação política. Nessa matéria, a julgar pelas credenciais que atribuiu a Palocci já na transição, Dilma dotou-o da principal característica dos superministros. Outorgou-lhe a voz.

O titular da Casa Civil é o último anteparo entre as demandas e a maçaneta da sala presidencial.

Tomado pelos poderes que exige hoje, Palocci flerta com o risco de confundir a delegação com a propriedade da voz.

Em benefício de Palocci, há o fato de que ele, por discreto, não é dado aos rompantes de exibicionismo que ajudaram a compor a desgraça de Dirceu. Em desfavor de Palocci, há a evidência de que, assim como o Dirceu pré-mensalão, ele cultiva um projeto político solitário. Algo que o “caseirogate” não dissipou.

Dilma também alçou vôo da Casa Civil para a candidatura presidencial. Mas foi Lula quem lhe deu as asas. Com Palocci dá-se coisa diversa. Ele prestará assessoria a uma presidente que enxerga a reeleição no horizonte de 2014.

Considerando-se o modo como levou Meirelles ao microndas e a aversão que nutre por Jobim, Dilma não parece afeita à ideia de dividir o gramado com outras palmeiras.

Palocci, por acomodatício, pode contrariar a escrita. Mas sua presença na Casa Civil é, até prova em contrário, uma crise esperando para acontecer.

Fonte: correiopop.wordpress.com

sábado, 27 de novembro de 2010

DECRETOS PRESIDENCIAIS REGULAMENTAM BENEFÍCIOS AOS EX PRESIDENTES DA REPÚBLICA


Lula terá direito a oito funcionários quando deixar a Presidência

“Os presidentes não recebem nenhum tipo de pensão quando deixam o cargo”

Quando entrar para o grupo dos ex-presidentes da República, a partir de janeiro do próximo ano, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda poderá contar com oito funcionários públicos a seu dispor.

A lista de itens aos quais os ex-presidentes têm direito inclui quatro seguranças e dois motoristas treinados pelo Gabinete de Segurança Institucional, além de dois carros oficiais. Lula, assim como os outros que o antecederam, também terá outros dois assessores. Todos os funcionários são custeados pela Presidência da República e lotados na Casa Civil e receberão gratificações além de seus salários básicos.

Os presidentes não recebem nenhum tipo de pensão quando deixam o cargo. Em caso de morte, contudo, as viúvas têm direito a uma pensão equivalente às das viúvas de ex-ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). O valor é o mesmo do salário de um ministro do Supremo, atualmente R$ 26.723,13, e é vitalício. A viúva não poderá acumular esse rendimento com nenhum outro tipo de pensão pago pela União, podendo escolher com qual ficará, se for o caso.

Ao todo, dois decretos presidenciais e um do Congresso Nacional regulamentam os benefícios aos quais os presidentes da República têm direito quando deixam o cargo. O primeiro, de 1986, do Congresso, promulgado pelo então presidente do Senado José Fragelli. O segundo decreto foi assinado pelo então presidente Fernando Collor de Melo, em janeiro de 1992. O último decreto foi do presidente Lula, em 2008. Todos eles se complementam e redundam na regulamentação dos mesmos benefícios.

O Brasil tem atualmente quatro ex-presidentes da República vivos: José Sarney, Fernando Collor, Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso. Todos eles participam ainda ativamente da vida política do país. Os dois primeiros são senadores da República, sendo Sarney presidente do Senado Federal. Itamar Franco também venceu as últimas eleições para a Casa Legislativa e assume o cargo de senador a partir de janeiro. Apesar de não exercer nenhum cargo eletivo, Fernando Henrique Cardoso atuou com seu partido, o PSDB, nas últimas eleições presidenciais.
Da Agência Brasil

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

IBAMA DOA LAGOSTAS APREENDIDAS

Lagostas com tamanho abaixo do permitido são apreendidas e doadas 

Ibama doa lagostas apreendidas

“Ibama apreende mais de 400 kg de lagosta; distribuição será hoje

Natal (26/11/10) - Agentes ambientais do Ibama começam a doar hoje (26/11) para diversas instituições beneficentes de Natal 439 kg de lagosta apreendidas ontem, nas proximidades de Areia Branca. As lagostas estavam irregulares por terem sido capturadas por mergulho com o auxílio de compressores, o que é proibido pela legislação ambiental. Boa parte delas apresentava também tamanho inferior ao permitido. A operação ocorreu a 25 milhas náuticas da costa, cerca de 46 km, nas proximidades das plataformas petrolíferas do litoral norte do RN.

Segundo relato dos fiscais, a embarcação "Santana" tentou fugir ao avistar a lancha do Ibama. Antes de serem abordados os pescadores atiraram ao mar parte dos equipamentos de mergulho para tentar descaracterizar a irregularidade. Mesmo assim, os fiscais ainda encontraram a bordo diversos sinais de que a pesca com compressor fora realizada: máscaras, correias, cabos e outros equipamentos de apoio ao mergulho. As lagostas também apresentavam um pequeno furo no tórax, indicativo de que foram capturadas pela fisga dos mergulhadores.

Os proprietários da embarcação serão multados em cerca de R$ 18 mil e responderão a processo por crime ambiental. A pena para estes casos pode chegar a 5 anos de reclusão.

Início do defeso da lagosta começa dia 1º
O Ibama informa que o próximo período de defeso da lagosta terá início no dia 1º de dezembro e se prolongará até 31 de maio de 2011. Nesse intervalo, toda a pesca da lagosta deve ser suspensa. Indústrias de pesca e comerciantes no atacado e no varejo da lagosta devem apresentar declaração de estoque do produto antes do início do período.

O consumidor também tem papel importante na conservação do crustáceo. Não deve comprar lagostas abaixo do tamanho mínimo (13 cm de cauda para a "lagosta vermelha" e 11 cm de cauda parar a "lagosta-cabo-verde"). Deve exigir também do comerciante o comprovante de que apresentou declaração de estoque ao Ibama. As irregularidades podem ser denunciadas ao Ibama pelo 0800-61-8080 ou diretamente na superintendência do órgão em Natal, telefone 3201-4477.
Fonte: Ascom/Ibama/RN

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

AGRIPINO DE VOLTA AO SENADO APÓS CAMPANHA PARA REELEIÇÃO


Agripino propõe reformas e garante relação “civilizada” com o Planalto

Em seu primeiro discurso após a volta para o Senado – depois de sair de licença para sua campanha à reeleição -, o líder do Democratas José Agripino (RN) disse que vai propor aos partidos de oposição a formulação de uma agenda de compromissos para a nova legislatura. Segundo o parlamentar, o país não pode mais esperar por importantes temas, como a aprovação das reformas política e tributária.

“A oposição precisa elaborar uma elenco de providências, uma agenda de compromissos com a educação, saúde, meio ambiente, de todos os fatos que interferem no dia a dia das pessoas”.

Eleito pela quarta vez para o Senado com mais de 950 mil votos, o senador garantiu que vai continuar exercendo oposição ao governo do PT, mantendo uma relação “civilizada e republicana” com o Palácio do Planalto.

“Vamos pautar nossa relação com o governo federal com diálogo maduro, espírito público e transparente. Quem ganha, governa, cumpre compromissos; quem não ganha desempenha o importantíssimo papel de fiscalizar os atos do governo. E é isso que meu partido vai fazer. Cumprir papel diferente é enganar o eleitor”.

Agripino - Lucidez e coerência em grandes temas
José Agripino contou que o Democratas quer e vai estabelecer uma relação de diálogo com o governo da presidente Dilma Rousseff, mas já avisou que o partido não apoiará qualquer tentativa de censura da imprensa no Brasil e de aumento de impostos para o bolso do cidadão. “Não vamos votar contra o governo, ele terá nosso voto, mas também nossa vigilância. Na hora em que a liberdade de imprensa estiver sendo comprometida e o governo quiser aumentar a carga tributária para obter o equilíbrio fiscal, vão nos encontrar pela frente, em nome do interesse coletivo”.

A Campanha Estadual
Em relação a sua campanha para a reeleição ao Senado, Agripino contou que enfrentou momentos difíceis, como o fato de o próprio presidente Luiz Inácio Lula da Silva fazer campanha contrária à reeleição do líder do DEM pelo Rio Grande do Norte. “Por ser um líder de oposição, enfrentei uma campanha dura, com interferência externa do Palácio do Planalto. Até telemarketing o presidente Lula fez pedindo votos contrários a mim. Mas o povo do RN, a quem aplaudo de pé, votou em quem quis e não em quem sugeriram que ele votasse”.

O discurso do líder dos Democratas foi aparteado diversas vezes, entre elas pelo líder do governo, Romero Jucá, que elogiou a postura do parlamentar potiguar e também parabenizou pela vitória expressiva.

“A campanha aguerrida do Rio Grande do Norte fez o Brasil olhar para o seu estado. Além de parabenizá-lo quero registrar aqui a forma respeitosa e contributiva com que V. Ex ª faz oposição, deu grandes contribuições ao país por meio do seu mandato”, disse em plenário Jucá.

Agripino na tribuna do Senado
José Agripino foi eleito na aliança que fez com a senadora Rosalba Ciarlni – eleita governadora do RN – e com o senador Garibaldi Alves (RN) - também foi reeleito para a Casa. “Eu agradeço ao meu povo do RN e garanto que aqui, nesta Casa, eu e o senador Garibaldi vamos lutar juntos pelos interesses do nosso estado, sempre ao lado da governadora do Rosalba Ciarlini”.
F: Rominna Jácome - AssCom

terça-feira, 23 de novembro de 2010

GESTÃO É FORTALECIDA QUANDO ELEITA PELO UNIVERSO ESCOLAR

Professores Francisco de Assis Oliveira (Chiquinho) e Maria Margarete da Costa Macêdo, nova diretoria da EEAF

Eleição para diretor de escola mobiliza comunidade escolar em Santana do Matos
Alunos da EEAF
Na sexta-feira, 19/11, a escola estadual Aristófanes Fernandes (EEAF) realizou eleição elegendo sua nova diretoria para o biênio 2011/2012. Com direito a voto todo o seu universo escolar, composto de alunos, professores, pais e funcionários - responsáveis diretos pela escolha dos novos gestores da escola.

A chapa vencedora, divulgada pela própria escola foi composta pelos professores Francisco de Assis Oliveira (Chiquinho) e Maria Margarete da Costa Macêdo que obteve 56 % do total de votos, ficando os concorrentes Canindé Jota e Juscineuma Guimarães com 39,72%. O processo seletivo vem qualificando-se cada vez mais. Valorizando-se as escolas, sua comunidade fica mais madura, fazendo com que a gestão participativa se fortaleça, ao mesmo tempo, responsabilizando os alunos, condicionando-os à análise e dando-lhes o poder de decisões. Tudo isso, destaca a importância da representação de todos os componentes da comunidade escolar na busca da construção de uma administração democrática e representativa.

João Pedro e a profª Livramento - aluno da EEAF foi classificado para a final da 2ª Olimpíada de Língua Portuguesa. 
A EEAF teve destaque nos últimos anos no estado e no país pela participação de seus alunos em programas de TV, concursos, programas culturais e literários, circunstâncias que motivaram a uma eleição concorrida e bem divulgada, em grande parte pela participação dos próprios alunos. A chapa vencedora Chiquinho e Margarete foi uma escolha democrática, creditada ao professor Chiquinho, além do reconhecimento da comunidade pelo trabalho que exerceu a professora Margarete como atual diretora. Houve portanto, uma aferição feita a professora Margarete com o jargão popular de que: “Time que está ganhando não se mexe”. Mas, é sempre bom termos olheiros eficientes e bons reservas.

BANCADA FEDERAL E GOVERNADOR DO RN REUNIDOS EM BRASILIA PARA TRATAR DE EMENDAS AO OGU-2011


Governador participa da reunião sobre emendas ao OGU 2011 com bancada federal do RN em Brasília

O governador Iberê Ferreira de Souza participa no final da tarde desta terça-feira (23), em Brasília, de reunião com a bancada federal do Rio Grande do Norte – senadores e deputados federais – para tratar de emendas ao Orçamento Geral da União (OGU) referente ao exercício financeiro de 2011. Os parlamentares vão definir a destinação das emendas coletivas para o Estado no OGU 2011.

O governador fará uma apresentação das obras em andamento no Estado, tidas como prioritárias, e que precisarão de recursos para a sua conclusão. “São obras importantes para o desenvolvimento do nosso Estado e, portanto, precisam da atenção e de uma posição firme dos nossos parlamentares”, afirmou Iberê Ferreira.

Iberê disse também que quer aproveitar o encontro com os parlamentares “para agradecer, pessoalmente, o apoio da bancada federal ao nosso governo nesses nove meses de administração” – o mandato se encerra em 31 de dezembro próximo.

SENADOR AGRIPINO VOLTA AO SENADO

Agripino de volta ao Senado - Encontro com a governadora Rosalba e representantes da ABIH-RN
Agripino volta ao senado e recebe diretoria da ABIH ao lado de Rosalba

De volta ao Senado, após vitória em sua reeleição, o senador José Agripino retomou as atividades na Casa. Nesta terça –feira (23), depois de longa conversa com a governadora eleita do Rio Grande do Norte, senadora Rosalba Ciarlini, Agripino se reuniu com representantes da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-RN) sobre a destinação de emendas da bancada potiguar para o turismo.

Os diretores da entidade Habbi Chalita e Ramzi Elali e o vice-presidente George Gosson entregaram aos senadores democratas documento solicitando recursos para a promoção do turismo potiguar no mercado nacional.

“Estamos fazendo o que os outros estados já fazem. Nesse momento, com a queda do dólar, investir no mercado interno torna-se ainda mais necessário. O setor precisa de recursos para divulgação nacional”, justificou o vice presidente da ABIH.

O líder dos Democratas e a governadora eleita se mostraram favoráveis ao pleito e garantiram atenção especial à solicitação.

“No Rio Grande do Norte, turismo é fundamental; não pode ficar desamparado. Sempre vi a atividade como prioridade absoluta. O setor é mola propulsora da economia e tem apoio incondicional do meu mandato”, garantiu Agripino.

Rosalba Ciarlini também se comprometeu em apoiar o setor. “É impossível dissociar a economia potiguar do turismo. É missão do Executivo investir prioritariamente em um setor que gera milhões de empregos”, disse Rosalba.
F: AssCom

DESGOVERNOS LEVAM AO CAOS SOCIAL QUE EXIGE " O ESTADO DE DIREITO "

"O Estado de Direito"

Durante grande parte da história da humanidade, governante e lei foram sinônimos - a lei era simplesmente a vontade do governante. Um primeiro passo para se afastar dessa tirania foi o conceito de governar segundo a lei, incluindo a idéia de que até o governante está abaixo da lei e deve governar através dos meios legais. As democracias foram mais longe criando o Estado de Direito. Embora nenhuma sociedade ou sistema de governo esteja livre de problemas, o Estado de Direito protege os direitos fundamentais, políticos, sociais e econômicos e nos lembra que a tirania e a ilegalidade não são as únicas alternativas.

Quer saber mais sobre "O Estado de Direito"? Clique embaixo em -  Mais informações.

RIO DE JANEIRO É DESPERTADO PELO CAOS SOCIAL A PROCURA DO "ESTADO DE DIREITO" I


Após ataques, PM do Rio promete colocar todos os policiais nas ruas

Ideia é que agentes que trabalham internamente reforcem equipes na cidade.
Até o início do ano que vem, governo promete contratar 7 mil novos policiais.

Após os nove ataques criminosos no Rio e Grande Rio, nas últimas 48 horas, a Polícia Militar anunciou na

Leia mais clicando em: Mais informações:

O RIO DE JANEIRO É DESPERTADO PELO CAOS SOCIAL A PROCURA DO "ESTADO DE DIREITO" II


"Rio sofre nove ataques a carros e motoristas em 48 horas

Na noite de segunda-feira (22) mais quatro carros foram incendiados.
Em Copacabana, grupo foi preso com bomba caseira perto de veículo.

Nove ataques assustaram motoristas e moradores do Rio de Janeiro, de domingo (21) até a noite de

(Leia mais clicando em: Mais informações)

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

MACUNAIMAS CONTINUAM NOSSOS HERÓIS LEVANDO VANTAGENS EM TUDO


Macunaímas brasileiros esculhambam os cerimoniais

Assistindo Macunaíma, o filme baseado na obra de Mário de Andrade, interpretado pelo ator Grande Otelo no cinema, deduzimos a visão cultural que tinha o autor na época, sobre valores, cultura, heroísmo e heróis. E sua obra Macunaíma, expôs nossa brasilidade, desprovida de responsabilidades. O conhecido personagem é identificado como nosso herói sem nenhum caráter. Atualmente são centenas deles, transformados e evoluídos durante décadas com novos trejeitos, facilitados pelo Jeitinho brasileiro, vantagem em tudo etc. Agora miscigenados e alfabetizados contestam tudo, comparam e argumentam novos conceitos e valores. Os nossos Macunaímas estão presentes na vida real, naturalmente preservados e multiplicados pela deficiência do nosso processo educativo.

Um exemplo simples são pessoas incorporadas ao nosso herói que não creditam ou acham que não vale a pena a sanção da Lei nº 12.031/09, que determina a obrigatoriedade da execução do Hino Nacional nos estabelecimentos públicos e privados do ensino fundamental, observando-se o comportamento, postura, gestos e predisposição ao cerimonial.

Existiu um tempo onde a prática de hastear/arrear bandeiras, ( nacional, estadual ou municipal ) eram acrescidas de cantos correspondentes aos estandartes. Todos em solenidade, perfis alinhados e bem vestidos, retratavam, não só a postura corporal, era uma lição, uma mensagem de valores, de conscientização e responsabilidades assumidas, um combate através da educação aos macunaimas. O destaque maior era espontâneo, por impulsos automáticos e conscientes quando as crianças, os jovens ou adultos colocavam a mão direita sobre o peito, simbolizando uma opção “de coração” durante o  hasteamento da bandeira ou pelos claves em sinfonia do seu hino.

Gestos de respeito aos cerimoniais que apresentam símbolos nacionais certamente tornam as pessoas mais conscientes sobre sua cidadania, resgatando assim, conceitos sobre pátria, símbolos e atitudes. Comportamento esse, hoje não praticado por muitos por acharem que isso são “coisas de milico", criticadas e exacerbadas no período da Revolução – ditadura - governo ou regime militar - como queiram as concepções políticas de cada um.

Os norteamericanos se orgulham do sentimento pátrio que tem e demonstram com sastisfação. Todos são doutrinados desde a infância. Suas bandeiras são vistas e hasteadas em muitos lugares e em muitas casas, o hino é sempre cantado com orgulho e entusiasmo. Exageros a parte, podem ser confundidos como “patriotada” nacionalista que levam à críticas, isso a eles não incomodam, parece até aumentar o respeito e reverências aos símbolos da Pátria. No Brasil os macunaímas andam esculhambando tudo.

domingo, 21 de novembro de 2010

13 DE DEZEMBRO - DIA DO MARINHEIRO

video

Criatividade e belíssimas imagens do comercial criado e dirigido por Marco Schiavon alusivo ao dia 13 de Dezembro, data que a Marinha do Brasil comemora o "Dia do Marinheiro". As imagens deverão ser veiculadas na televisão brasileira.

Fonte: Companheiro Renan Costa.

sábado, 20 de novembro de 2010

ABC PRIMEIRO TIME POTIGUAR CAMPEÃO EM UMA CATEGORIA DO BRASILEIRÃO

ABC é campeão da Série C

ABC - O mais querido

O jogo não passou do 0 a 0 no Frasqueirão, e como o alvinegro tinha vantagem obtida no jogo de "ida" em Uberlândia, ficou com o título inédito.

O ABC é o campeão da Série C do Campeonato Brasileiro. É a primeira vez que uma equipe potgiuar sagra-se campeã em uma categoria do Brasileirão.

Em campo, no Frasqueirão, o jogo da "volta" do Ituiutaba não passou do 0 a 0, mas como o clube alvinegro

Leia mais e veja fotos clicando embaixo em Mais informações.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

NOTÍCIAS DO GOVERNO DO RIO GRANDE DO NORTE


Terminal Pesqueiro de Natal está previsto para ser inaugurado dia 22 de dezembro

As obras seguem cronograma estabelecido pelo Governo
Foto: Demis Roussos
O andamento das obras do Terminal Pesqueiro de Natal segue estritamente dentro do cronograma estabelecido e o Governo do Estado já confirmou o próximo dia 22 de dezembro como data para inauguração. Esta etapa do terminal abrange toda a área de aportagem de barcos – cais com 150 metros de extensão, além de toda a infraestrutura de estocagem, beneficiamento e câmaras frias. Os investimentos feitos representam o montante de R$ 37,5 milhões. Ainda este ano, será licitado o complemento da obra no qual será construído um viaduto ligando o terminal à avenida Monsenhor Walfredo Gurgel, mais conhecida como avenida do Contorno. Os recursos da ordem de
R$ 10 milhões já estão assegurados.

O terminal dará ao Estado a infraestrutura necessária para incrementar a atividade pesqueira. A estimativa é que já no segundo ano de operação, a atual frota de embarcações atuneiras do RN deverá passar dos atuais 45 para 90 barcos. A área inicial de ancoragem de 150 metros poderá ser ampliada para até 340 metros de extensão, dependendo do aumento das atividades de embarque e desembarque de barcos.

O Terminal Pesqueiro de Natal será um porto de recepção de barcos que atenderá a pesca oceânica, de maior porte, e também aos pequenos pescadores. Sua capacidade de estocagem será de 50 mil quilos. O Terminal contará também com serviços de beneficiamento primário de peixe e terá fábrica de gelo.

Sua entrada em funcionamento fará aumentar várias atividades comerciais vinculadas ao processo da pesca. Serão incrementados os setores de combustíveis e lubrificantes, suprimentos para a pesca, gelo, alimentação e hotelaria. Também terão melhoria nas atividades os setores de construção de embarcações, reparos navais e indústrias de processamento de embalagens.

Com o Terminal Pesqueiro, o mais importante do Nordeste, o Rio Grande do Norte ampliará mais ainda suas exportações. O Estado é o principal pólo atuneiro brasileiro e, desde 2006, é o maior exportador de pescados do país. Para se ter uma idéia, o RN fechou 2008 com cerca de 10 mil toneladas de produtos (atum, espadarte, lagosta e camarão de cativeiro) vendidos para o exterior.

As instalações do Terminal Pesqueiro estão sendo erguidas em terreno cedido pela União, por trás da CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos) – entre a Pedra do Rosário e a Capitania dos Portos, bairro da Ribeira.

O Rio Grande do Norte tem 25 municípios litorâneos, 84 comunidades pesqueiras, 30 colônias de pescadores, e 11 mil pescadores cadastrados no litoral.

Para ler outras notícias Click embaixo em Mais informações.

"SIM LULA, UMA NOVA CONJUNTURA!" COMO EPÍTOME DA CORREÇÃO

“Sim Lula, uma nova conjuntura!”
Presidente Lula
A formação de um bloco de partidos políticos na Câmara Federal não agradou ao presidente Lula, assim manifestou-se o presidente nesta quarta-feira, 17, nos corredores do Palácio do Planalto, criticando a criação deste bloco formado pelo PMDB, PTB, PSC, PR e PP que estão de olho na presidência do legislativo federal na próxima legislatura e que o maior número de deputados em bloco levaria a indicação da presidência.

Logo Lula, contrário a conjunturas? Logo ele que teceu por muitos anos as teias iniciadas pelo sindicalismo, evoluindo para conjunturas tendenciosas e suspeitas nos escalões políticos, econômicos e religiosos? Faz-nos lembrar a frase Et tu, Brute? (Até tu, Brutus?) imortalizada por Shakespere na peça Júlio César dita como últimas palavras do ditador romano ante o pasmo da surpresa traidora. O Brasil democrático, agora consciente de novos corretivos despreza epítomes, que não seja da traição mas opções de um povo: “Sim Lula, uma nova conjuntura!”.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

NOVOS EQUIPAMENTOS SENDO INSTALADOS NO HOSPITAL DR RUY PEREIRA

UTI do hospital Ruy Pereira reduz superlotação no hospital Walfredo Gurgel
SAÚDE - Foto: Demis Roussos

Hospital Estadual Doutor Ruy Pereira vai passar a fazer também angioplastias

Nos próximos dias o Hospital Estadual Doutor Ruy Pereira, antigo ITORN, vai começar a realizar cirurgias mais delicadas do tipo angioplastias. Os novos equipamentos já chegaram e estão sendo instalados. Os primeiros procedimentos cirúrgicos começaram a ser feitos no final do mês passado e até agora já foram 20 intervenções, todas vasculares. Na última sexta-feira (12), os médicos do hospital começaram a realizar um novo procedimento chamado “By Pass” que também é vascular. A unidade está operando com duas salas de cirurgias totalmente habilitadas.

Leia mais clicando embaixo em -  Mais informações

POESIA DO POETA ASSUENSE RENATO CALDAS EM NOVELA DA GLOBO

Poema “Rebuliço” de Renato Caldas nos capítulos da Globo


O poema “Rebuliço” do poeta Renato Caldas deu vida e imaginação na telinha da Globo. Em capítulo da novela Araguaia, que foi ao ar dia 10 de Novembro, os traços poéticos em sedução do ícone da poesia assuense, foi contextualizado e declamado em cena pelo personagem Neca (Emílio Orciollo) tentando seduzir Esmeralda (Raquel Villar).

Veja cenas e parte do poema: Clique aqui

Rebuliço
Autor: Renato Caldas

Menina me arresponda,
Sem se ri e sem chorá:
Priquê você se remexe,
Quando vê home passá?
Fica toda balançando,
Remexendo, remexendo,
Penso tarvez qui nós véio,
Num tem oio e nem tá vendo?
Mas se eu fosso arturidade,
Se eu tivesse argum valô,
Eu botava na cadeia,
Esse teu remexedô.
Adepois dele tá preso,
Num lugá bem amarrado,
Eu pedia minha nêga,
Remexe pro delegado

terça-feira, 16 de novembro de 2010

O JORNAL "FOLHA DE SÃO PAULO" TERÁ ACESSO AO PROCESSO QUE, DURANTE A DITADURA MILITAR, LEVOU À PRISÃO A PRESIDENTE ELEITA, DILMA ROUSSEFF


"Superior Tribunal Militar libera acesso de jornal a processo de Dilma

Na ditadura militar, processo levou à prisão da presidente eleita.
Com decisão, jornal poderá consultar autos e fazer cópias.

O Superior Tribunal Militar (STM) liberou nesta terça-feira (16) o acesso do jornal “Folha de S.Paulo” ao processo que, durante a ditadura militar, levou à prisão a presidente eleita, Dilma Rousseff. Por 10 votos a 1, o plenário concedeu o pedido feito pelo jornal, que havia sido impedido de conhecer os autos.
Leia mais clicando embaixo na linha: Mais informações:

O RIO GRANDE DO NORTE COM TANTO PETRÓLEO TEM DIFICULDADES DE INTERLIGAR SEUS MUNICÍPIOS COM VIAS ASFALTADAS


RN-203  EM Santana do Matos -  Trecho de chegada ao Distrito de Barão de Serra Branca com 11,6 km prontos em terraplanagem desde Tres Porteiras aguardando capeamento asfáltico - Foto: Dutra Assunção

Estradas: artérias e veias do desenvolvimento
“Estradas - os caminhos do progresso”

“Governar é abrir estradas”, disse um presidente da república no século passado. Sem dúvida, um exemplo de visão progressista não transmitida a todos os detentores do poder, das ações e decisões que definem os caminhos de um país, de um estado federativo ou de um município. As vias de acesso para uma região, cidades e lugarejos, funcionam como artérias e veias que levam e trazem o desenvolvimento entre as extremidades como se fossem, os caminhos por onde flui o progresso, fortalecendo e reanimando uma região por suas permutas necessárias, econômicas e recíprocas.

A duplicação da BR-101 é um novo marco de prosperidade no Nordeste. Iniciativa do governo federal que deveria ser exemplo para governadores e prefeitos do Rio Grande do Norte. Não estamos esquecidos, na última campanha para governo estadual foram apresentadas cerca de noventa cidades com pequenos trechos de suas principais rodovias sendo asfaltados, (trechos de 9 a 60 km em média) a maioria chegando as sedes dos municípios e que estariam concluídos antes das eleições. Diante das pesquisas eleitorais surgiram paralisações, aqui não vamos indagar quais foram os motivos dos fatos. As respostas seriam retrógradas - férias coletivas das empreiteiras e outras prioridades. A realidade o povo sabe: a campanha na reta final foi mais importante para os governantes.

Após as eleições essas obras retomaram em ritmo moroso com expectativas pessimistas de não conclusão até o final do ano e quisera o novo governo não considerar os serviços por terem sido iniciados na gestão anterior. Infelizmente, exemplos assim acontecem no Rio Grande do Norte. Destaco aqui os tão falados 11,6 km para serem asfaltados na RN 203, que ligam a comunidade de Três Porteiras ao Distrito de Barão de Serra Branca no município de Santana do Matos, trecho esse que completaria o asfaltamento dessa cidade com a região seridó. Obra reivindicada e que se arrasta a mais de vinte e cinco anos, onde já existe inspirações poéticas entre quadras e sonetos alusivos e comparados a construção do açude Gargalheiras que durou mais de meio século para ser concluído. A referida obra (Açude Gargalheiras) foi o mais eficiente cabo eleitoral dos políticos da época, servindo de argumentos para eleição de presidente da república, governadores e prefeitos da região.

Os santanenses sabem que agora chegou o momento, que precisamos de infraestrutura para a cidade desenvolver, não adianta termos uma bacia leiteira, grandes rebanhos de caprinos e ovinos e outros potenciais adormecidos em vários setores se não temos estradas para escoar nossa produtividade. O povo tem o direito de manifestar-se a respeito, as instituições têm a obrigação em nome dos seus representantes de cobrar e se fazer presente.

sábado, 13 de novembro de 2010

O RN SERÁ AUTOSUFICIENTE E EXPORTADOR DE ENERGIA EÓLICA


Governo do Estado promove reunião com empresários ganhadores dos leilões de energia eólica

Cataventos destinados a geração de energia eólica
O Governo do Estado promove na próxima terça-feira (16) uma reunião com os empresários ganhadores dos leilões de energia eólica realizados nos dois últimos anos. A reunião ocorrerá no auditório da Fiern às 16h e contará com as presenças dos 35 empresários vencedores e do presidente regional da Associação Brasileira de Energia Eólica, Pedro Cavalcanti.

O Governo do Estado estará representado pelos secretários do Desenvolvimento Econômico, Francisco de Paula Segundo, e dos Recursos Hídricos, Lázaro Mangabeira. Também está confirmada a presença de um representante da governadora eleita Rosalba Ciarlini.

A reunião servirá para os empresários falarem sobre o andamento das implantações dos parques e de suas necessidades no que diz respeito as questões e ações vinculadas ao executivo.

O governo, por sua vez, procurará saber dos empresários sobre os benefícios que serão criados para a população do Estado, além dos investimentos feitos na implantação dos parques.

O interesse do governo é atrair para o Estado indústrias voltadas para equipamentos de implantação e de manutenção de parques eólicos. Apenas a montagem de um parque requer 8 mil diferentes itens, gerando uma grande demanda por equipamentos.

Nesse sentido, os esforços de captação de indústrias feitos pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico já começam a dar resultados. Está em processo de implantação no município de Parazinho uma indústria de aerogeradores da empresa alemã Wobben Windpower.

Autossuficiência energética
Serão gerados 6 mil empregos nos serviços de implantação dos parques eólicos. São empregos de eletricista, pedreiro, topógrafo, operador e montador. Até 2013, todos os parques devem estar em funcionamento, gerando em torno de 2.000 MW, bem mais do que o Estado consome, que é cerca de 600 MW. “O Rio Grande do Norte será autosuficiente e exportador de energia”, diz o secretário de Desenvolvimento Econômico, Segundo de Paula.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

SURGEM OS PRIMEIROS NOMES COMO PROVÁVEIS COMPONENTES DO PRIMEIRO ESCALÃO DO GOVERNO ROSALBA

Foto: Ivanildo Ramos
A senadora Rosalba, governadora eleita -  chega a governadoria para reunião com o governador Iberê, acompanhada do deputado Robinson Faria, - vice-governador eleito e o ex deputado Dr Paulo de Tarso Fernandes


ADMINISTRAÇÃO

Democracia e transparência marcam início da transição de governo no RN

“O Rio Grande do Norte nunca viu uma transição como esta”. A afirmação foi feita pela governadora eleita Rosalba Ciarlini após a reunião sobre a transição com o governador Iberê Ferreira de Souza, ocorrida na tarde desta sexta-feira (12), na sede da governadoria, Centro Administrativo.

Rosalba entrega comunicado em mãos ao governador Iberê
Na reunião, Rosalba Ciarlini apresentou ao governador Iberê Ferreira os nomes que farão parte da equipe de transição. O governador falou sobre a atual situação da administração estadual.

“O governador Iberê não está omitindo nenhuma informação. A situação econômica é difícil, a exemplo do que acontece na maioria dos estados brasileiros, mas o governador está trabalhando para ajustar as coisas”, disse Rosalba Ciarlini.

Falando sobre os esforços desenvolvidos pelo atual governo para cumprir com os compromissos assumidos, Iberê Ferreira afirmou: “Vamos entregar o Estado com os funcionários rigorosamente em dia e cumprindo todas as exigências da Lei de Responsabilidade Fiscal. Não vamos deixar nada para ser pago pelo futuro governo, sem que os recursos não estejam assegurados”.

Ele também informou sobre as articulações que vem fazendo com o governo federal para garantir mais recursos e obras para o Rio Grande do Norte. “Continuo trabalhando em busca de mais obras para o Estado. Ontem mesmo (11), conseguimos a inclusão no PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento) das obras de saneamento da Zona Norte de Natal, que terá recursos da ordem de R$ 80 milhões”, ressaltou Iberê.

Sobre a transição propriamente dita, ele disse que seu governo trabalhará em sintonia com a equipe da governadora eleita Rosalba Ciarlini. “O grupo de transição terá acesso a tudo para que o novo governo não perca tempo”, completou o governador.

A equipe de transição de Rosalba - que, atendendo à sugestão do governador Iberê Ferreira, funcionará, a partir da próxima terça-feira (16), na sede da vice-governadoria, no bairro de Lagoa Nova, em Natal – é composta pelo engenheiro químico Francisco Obery Rodrigues Júnior (coordenador), o advogado Thiago Cortez Meira de Medeiros, engenheiro civil João Augusto da Cunha Melo, Frederico Magnus de Lara Menezes (bacharel em Ciências Contábeis), médico e deputado estadual Paulo Davim e pelo engenheiro civil Ricardo Marinho Nogueira Fernandes.

A governadora eleita foi acompanhada na reunião pelo deputado Robinson Faria, vice-governador eleito, e pelo ex-deputado estadual Paulo de Tarso Fernandes. O governador Iberê Ferreira foi acompanhado pelo secretário-chefe do Gabinete Civil, Luiz Cláudio Macedo, encarregado de coordenar os trabalhos relacionados ao processo de transição governamental do Estado.